quarta-feira, agosto 29, 2007

ESTILO EMO – VERDADES SOBRE UMA NOVA CULTURA

Entre a Aldeota e a Praia de Iracema, a praça Portugal, um símbolo histórico e ponto turístico da cidade de Fortaleza. Praça que fica próximo a pontos de grande movimentação como o shopping aldeota e que tem sido freqüentada por visitantes nada convencionais. São roqueiros que se reúnem durante às tardes de sábado. Essa aglomeração acontece desde o final da década de 90, quando surgiu o movimento Emocore.

Emo core: a evolução do rock...
Emo o quê?!


Emo core vem da palavra emotional que significa emoção; e a própria traduz a forma comportamental dos seus seguidores. É uma mistura incisiva de vários estilos do rock tradicional, marcado pelo sentimentalismo nas letras das músicas e sensibilidade aflorada.

Os adeptos desse estilo se reúnem geralmente em shoppings e praças, e seriam considerados adolescentes normais a não ser pelo fato de agirem de uma forma estranha à sociedade.

O estilo é decorrente das bandas de punk dos Estados Unidos e por ser novo tem sofrido suas modificações. Sentimentais, os Emos escutam rocks depressivos (inclusive, são reprimidos por outros roqueiros por roubar um pouco de diversas culturas do rock para montar seu estilo e propagar como sendo modismo).

Na moda, eles aderiram o estilo do cabelo do boneco Lego, com suas franjas passando dos olhos. As meninas usam uma mistura de rosa com preto.

No início essa tribo era formada por adolescentes de classe “A”, mas o estilo já passou por processo de “massificação”,atingindo todas as classes sociais.

O tênis da marca addidas também faz parte do mundo da moda dos emos. Para os meninos, bermudas e blusas com emblemas de marcas famosas modificadas como a marca do refrigerante emo, além de muitos detalhes quadriculados.

O piercing também é um acessório presente. Além disso, os Emos recebem apelidos diferentes, de acordo com a imaginação deles, como: “Puto chique de esquina” e “Petúnia”.

Fatores preocupantes
Ser adolescente, atualmente, parece cada vez mais complicado, com um número crescente de pessoas incapazes de entendê-los. O jovem acaba tendo medo de não ser aceito num determinado grupo e assim adere a condições perigosas, como é o caso do Emos que fazem cortes nos próprios braços. Outra cultura do estilo, que pode ser perigosa, caso não exista prevençaõ e orientação, é a adesão à bissexualidade.



Mas porquê?
Segundo o estudante Ronaldo César, 19, mais conhecido como David, ser Emo é um estilo de vida. Ele freqüenta a praça desde 2005 e se identificou com estilo por conta da emoção que é passada através do mesmo. “É uma forma de expressar meus sentimentos”. Ele revela que escolheu ser Emo a problemas vividos em casa e diz mais: considera-se depressivo e, por isso faz cortes no braço, como uma forma de aliviar a dor. Quanto à bissexualidade, ele garante que faz parte da cultura ser assim.

Agressão
Isso nos leva a outro ponto do contexto: o preconceito. “David” diz já ter sido agredido na rua pelo fato ser Emo, mas que isso não muda em nada a sua forma de agir e pensar. “Pretendo continuar a seguir a cultura até ficar adulto”, completa.Por conta do preconceito, muitos agem diferente de “David”, considerando-se indefiníveis, apesar das roupas serem bem parecidas com a da maioria que lidera a praça Portugal. A verdade é que nem todo emo tem coragem o suficiente para assumir o estilo por conta de uns e outros problemas já citados. O rock que passou por Elvis, Beatlles, Janis, Hendrix, agora se divide em inúmeras categorias que duelam para definir o rock mais barulhento, ou expressivo ou o mais sentimental, deixando de lado as origens e esquecendo que o rock já foi um só.
Mara Rodrigues - Especial PRESS JORNALISTA

7 comentários:

HC CEARÁ disse...

valha...

HC CEARÁ disse...

tomei foi um susto com esses emos ae. medu.
era a mesma foto que eu ia botar pra matéria no jornal.
depois quero minha participação nos direitos autorais he he he

alexandre disse...

nao entendi pq eu procurei: puto chique de esquina, dai apareceu isso aqui e alem disso pq botaram justamente ele e a petunia q se qr sao emos!
ei "jornalista" tu precisa se informar melhor viu?
sai postando coisa por ai sem se qr saber de nada =p .

pedrita disse...

acho q ser emo e uma opçao de vida pois isso so acontece pelo fato de nos emos sermos classificados comos viadinhos e sapatoes qe aderem pelo fato de nao assumir q somos gays nada aver eu sou emo e me orgulho disso muitos tem preconceito eu cm isso qe se fodam kkkkkkkk...

Anônimo disse...

INFELIZMENTE AINDA HA MUITA GENTE DE MENTE TAPADA NO MUNDO!EU NAO SOU EMO,MAS ADORO-OS PQ ELES CONHECEM O VERDADEIRO SIGNIFICADO DA PALAVRA AMOR!ENQUANTO QUE CORACOES EMPEDERNIDOS E COVARDES AGEM COM PRECONCEITO.NADA PLAUSIVEL PARA OS DIAS ATUAIS ONDE HA MANIFESTACOES ENORMES COMO A PARADA GAY!

Anônimo disse...

pra começar você é de que jornal?
quanto você pagou para aquele modinha mentir descaradamente?
procure melhor suas informações onde foi que enventaram essa historia de emo usar Adidas?
roubar os outros estilos de rock?
e ainda mais absurdo falar que ser gay é da cultura?
tem emo que é gay, assim como tem jornalistas, "pessoas normais" que tambem são gay, gay é uma opção sexual nada ver com estilo!!!
lembrando que eu não tenho nada contra gays.
eu já fui emo e sei o que eu estou falando!!!

Anônimo disse...

Eu não acho nada justo esse preconceito contra os emos, eles sabem realmente o significado da palavra amor e eu valorizo isso, tanto é que já namorei um emo e adorei.E para essas pessoas que dizem que os emos são gays:Se um emo foce gay, se vestiria com as cores da parada gay.Os que realmente podem ser chamados de gays são os adeptos à moda colorida! I ♥ emos!