terça-feira, agosto 21, 2007

THEATRO JOSÉ DE ALENCAR AMPLIA FUNCIONAMENTO


Desde a última segunda-feira, 20, o Theatro José de Alencar (TJA) passou a funcionar de terça a sexta, a partir das 8h, e aos sábados e domingos, a partir das 9h. Sempre até o final das atividades programadas no dia. As segundas-feiras ficam reservadas para expediente interno, sem qualquer atividade programada – sejam espetáculos, montagem-desmontagem, solicitação de pauta, visita guiada, cursos, ensaios, uso da biblioteca e figurino, etc. Deste modo, a visita guiada, principal cartão de visitas do espaço, será realizada nos seguintes horários:

Terça à sexta: 8h, 9h, 10h e 11h / 13h, 14h, 15h e 16hSábados e domingos: 13h, 14h, 15h e 16h

Na visita, o roteiro varia de acordo com a programação diária de terça a domingo. Perpassa palco, bastidores, o Centro de Artes Cênicas do Ceará (Cena) e os jardins do espaço. Às segundas, é dia de arrumar a casa. A edificação histórica do TJA, inaugurada em 1910 e localizada na Praça José de Alencar, Centro de Fortaleza, é tombada pelo Instituto de Patrimônio Histórico-Artístico Nacional (Iphan) desde 1964.

Serviço:
Novos horários de abertura do Theatro José de Alencar – De terça a sexta, a partir das 8h. Sábados e domingos, a partir das 9h. Sempre até o final das atividades programadas no dia.

Visita guiada ao Theatro José de Alencar – De terça a sexta: 8h, 9h, 10h e 11h / 13h, 14h, 15h e 16h. Aos sábados e domingos: 13h, 14h, 15h e 16h. A visita custa R$ 2,00 (meia para estudante) e R$ 4,00 (inteira). Gratuito para grupos de escolas públicas, ONG´s ou de projetos sociais previamente agendados. Info.: (85) 3101.2568 ou pelo email tja@secult.ce.gov.br. Gratuito para todos nos dias 17, quando da programação Theatro de Portas Abertas. Usuários da Biblioteca Pública Estadual (BP) têm 50% de desconto na compra do ingresso, mediante a apresentação da carteirinha de usuário da BP.
Fonte: Assessoria de imprensa Secult.
E este blogueiro:
Opinião 1: Atenção cearenses! Vamos conhecer nossa própria cultura.

Um comentário:

Rômulo disse...

não dá pra deixar passar despercebido um monumento desse e o que tem por dentro desses muros...